Publicidade

Blogay

A contribuição dos gays, lésbicas e travestis para o mundo

Perfil Blogay é editado pelo jornalista e roteirista Vitor Angelo

Perfil completo

Gilberto Kassab é gay?

Por Vitor Angelo
30/07/12 23:26

Gilberto Kassab (Rahel Patrasso/Folhapress)

Várias pessoas, vira e mexe, me fazem esta pergunta: “Gilberto Kassab é gay?”. Se Datafolha fosse, diria que o prefeito de São Paulo é o personagem sobre o qual os meus amigos mais têm curiosidade de saber a orientação sexual, tipo 69% a mais do que a de algum ator de novela ou de alguma estrela de Hollywood.

Explico: a pergunta não se trata porque acham que sou algum tipo de Mãe Dinah das orientações sexuais, mas é sabido que os homossexuais possuem algo conhecido como “gaydar”, uma espécie de radar que detecta se tal pessoa prefere pessoas do mesmo sexo ou não.

Assumo que o meu radar, eu o uso pouquíssimo. E em geral, quando me fazem esta pergunta, a resposta vem pronta: “Não sei, nem me interessa”. E ela, muito menos ríspida do que possa parecer, é uma sinalização para um desvio de assunto.

Interessa-me muito pouco a sexualidade dos outros, ela só desperta curiosidade quando estou também interessado sexualmente pela figura, senão, pouco me importa se é gay, hétero, bissexual. Prefiro saber se a pessoa é ética, tem bom humor, opiniões inteligentes.

Porém, entendo o interesse das pessoas pela sexualidade de Kassab. Um prefeito que proíbe artistas de rua, ovos com gema mole, gritos de feirantes anunciando seus produtos na feira ou o sopão para mendigos, deve ser alguém que é um prato cheio para os psicanalistas. Alguma coisa deve ter de errado, alguém que só sabe dizer não. “Pode ser um gay ultrareprimido”, devem pensar muitos que me perguntam sobre sua orientação sexual. Mas este não é o caso nem a explicação muito menos a desculpa, o que existe de verdade e fato é um governo municipal repressor.

Xico Sá listou quase todas as suas proibições. É transparente seu problema com os pobres desta cidade, principalmente os mendigos. Basta saber que ele tem uma polícia municipal que rouba e agride a população de rua para a gente perceber o tamanho do problema. Ao não gostar da cidade, ele denuncia que também não se gosta, pois mais do que a comandar, ele aqui vive.

É evidente que ele também não gosta dos que habitam São Paulo, até fechar shopping, a praia infeliz e medonha mas única do paulistano , ele está fazendo.

Sinceramente, eu não sei se ele é gay, ou um gay ultrareprimido, isto pra mim pouco importa. Mas sei que nunca na historia desta cidade, nem com Jânio Quadros, o não, o veto, a negativa prevaleceu sobre uma possibilidade de sim. Com certeza é o artigo melancólico de muita repressão, muito mais do prefeito do que da cidade.

  • Comentários
  • Facebook

88 comentários feitos no blog

  1. Luiz Dias comentou em 01/08/12 at 16:22

    Não concordo com nada

    • marcos andrello comentou em 01/08/12 at 23:54

      e daí?

      • marcos andrello comentou em 01/08/12 at 23:55

        o que interessa esta merda da sua opnião, Luiz dias?

  2. Caco comentou em 01/08/12 at 18:56

    O Sr. Colunista faz idéia de quantos executivos da Fortune 500 são declaradamente gays? ZERO. Por quê? Estes executivos temem que a saída do armário cause exposição da marca/empresa e acarrete eventual boicote de clientes. Pois é… a sociedade de hoje é mais aberta e certamente caminha para um ambiente de maior respeito/aceitação, mas há ainda uma grande parcela da população que não aceita/entende/tolera/convive com a realidade gay. Negar isto é ingenuidade. São poucas as profissões que permitem ao indivíduo ser abertamente gay, sem repercussões relevantes.

    Esta coluna é deplorável. Insinua uma ligação entre homossexualidade reprimida e instinto opressor, além de politizar a própria homossexualidade – algo que deve ser firmemente combatido. Me sinto ofendido e custo a acreditar que um veículo sério como a Folha vincula seu nome a este tipo de jornalismo.

    • GAYZYNHO BABADO comentou em 01/08/12 at 22:19

      Bertrand Delanoe e Klaus Wowereit foram ou são, prefeitos de Paris e Berlim; são assumidamente gays. Nem sonho com isso em terras tupiniquins, estamos anos luz desse grau de civilidade. Somos somente a sexta economia do mundo. Dinheiro é dinheiro, civilidade é outra coisa!

  3. fernanda comentou em 01/08/12 at 19:31

    que privilégio ler um texto como esse, que delícia entender seus códigos meu amigo. sinto um super orgulho de você! (e tb não acho que ele é, se é que isso importa haha)

  4. GAYZYNHO BABADO comentou em 01/08/12 at 22:02

    Dramáticas!!! sabe quando o Kassab deu pinta? quando ele implantou a Lei Cidade Limpa (uma lei contra a poluição visual no município de São Paulo)!!! quer coisa mais gay do que isso?? biba não pode com coisa feia! Morre! Definha!! Nossa cidade é horrenda, imagine a cidade sem essa lei e a classe C bombando?? Imaginem a publicidade tomando conta de tudo… Tá boa?!

  5. Renata comentou em 01/08/12 at 23:39

    Menos, bem menos, caro blogueiro! Não precisa fazer campanha para outros partidos ditos de “esquerda” de forma tão descarada. Aliás, sempre que você envolve algo voltado para política deixa o ranço contra a “direita”, sempre a acusa de homofóbica e arcaica. Acredito que você deveria rever teus conceitos, pois dentro da própria “esquerda” há uma grande aversão aos homossexuais, que o diga Che Guevara (teu ídolo), portanto, paixão, menos, bem menos! Se você é conivente com berreiros na rua, com a ocupação perpétua dos mendigos bêbados na rua e sem vontade de fazer nada, estes artistas de rua que só atrapalham o passeio público tocando músicas podres e/ou fazendo mímicas ridículas, apenas lamento tua vida, chuchu!

    • marcos andrello comentou em 01/08/12 at 23:58

      Vc é a típica direitinha obtusa que tudo que não está naquilo que vc acredita ser ordem é coisa de esquerdoide. Renata, vc é pernóstica e bisonha, vai aprender a ler melhor, com certeza a sua vida que deve ser lamentável com tanta proibição que vc adora, já te proibiram a escrever em blogs? ainda não ? vou avisar o Kassab…

      • Renata comentou em 02/08/12 at 8:22

        Paixão, se você não percebeu, amor, coloquei aspas antes de mencionar esquerda ou direita…leia melhor você, abençoado! De fato o Sr Kassab às vezes comete exageros, entretanto, quando tenta implementar algumas novas medidas a dita “esquerda” reacionária e retrógrada começa a dar piti. Bisses

  6. Claudemir De Grecci comentou em 02/08/12 at 0:00

    A preferência sexual dele é o que menos importa,e sim as situações polemicas a que se envolveu como administrador público e anti popular,é candidato preferencial a futuro cadáver político como tantos.

  7. Wade comentou em 03/08/12 at 19:29

    Adorei este blog e sempre que posso veio ler o seu conteúdo.
    E estou indicando ele para todos os meus amigos.
    Continue nesse caminho…

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Folha Shop