Blogay

A contribuição dos gays, lésbicas e travestis para o mundo

 -

Blogay é editado pelo jornalista e roteirista Vitor Angelo

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Irmãos gêmeos são confundidos com homossexuais e um deles é morto

Por Vitor Angelo

Um simples abraço foi o motivo para que oito homens agredissem os irmãos gêmeos José Leonardo da Silva e José Leandro da Silva, 22. A ira foi tal que Leonardo morreu no local ao levar diversas pedradas na cabeça, Leandro conseguiu sobreviver, como informa a versão online do jornal baiano A Tarde, nesta quarta-feira, 27.

O crime ocorreu em na madrugada de domingo para segunda, 25, quando os irmãos voltavam do Camaforró, em Camaçari, cidade da Grande Salvador.

“Pensaram que eles fossem um casal homossexual. Os agressores e as vítimas não se conheciam e não tiveram nenhuma briga anterior, por isso acho que a motivação seja a homofobia”, disse a delegada da 18ª DT, Maria Tereza Santos Silva, em depoimento para o jornal. Ela não tem dúvida que trata-se de um crime de homofobia.

Das sete pessoas enviadas à delegacia, três foram indiciadas e estão presas – Douglas dos Santos Estrela, 19, Adriano Santos Lopes da Silva, 21 e Adan Jorge Araújo Benevides, 22 – e um dos assassinos, Diogo dos Santos Estrela, está foragido.

Leonardo deixa mulher grávida de quatro meses.

Eis mais um exemplo de como a homofobia não tem como alvo apenas os gays. Por um abraço camarada de dois irmãos, um deles pagou com a vida. Sempre leio aqui no blog e em discursos de homofóbicos que temos já uma lei contra a agressão, mas esta linha de pensamento, além de falha porque não compreende a totalidade do problema, é perversa porque não quer saber qual o motivo da morte e que este motivo seja criminalizado.

Não é possível mais admitir que alguém acredite que por uma outra pessoa ser ou parecer ser homossexual, ela mereça morrer. É a luta do afeto contra a violência. E, por enquanto, no Brasil, por culpa do Legislativo e do Executivo que se mostram ausentes e desprezam qualquer lei que pretenda criminalizar a homofobia, é que a violência que infelizmente está vencendo neste país tido como cordial.

Blogs da Folha