Blogay

A contribuição dos gays, lésbicas e travestis para o mundo

 -

Blogay é editado pelo jornalista e roteirista Vitor Angelo

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

A situação tá bem russa: Ativista é condenado por promover a homossexualidade

Por Vitor Angelo
Nikolai Alexeyev é carregado por policiais (Denis Sinyakov/Reuters)

O líder da GayRussia, Nikolai Alexeyev, foi condenado pelo tribunal de São Petersburgo, nesta sexta-feira, 4, por fazer “propaganda homossexual”  e como pena terá que pagar  5 mil rublos (R$ 322).

O militante é o primeiro condenado a partir da nova lei anti-gay da cidade russa que penaliza qualquer menção da palavra ou da atitude homossexual. Os autores da lei acreditam que isto afastará as possíveis influências que a homossexualidade pode causar em crianças.

Alexeyev pretende recorrer à Corte Europeia dos Direitos Humanos pois acredita que a simples relação direta da lei entre homossexualidade e pedofilia é puro preconceito e ignorância.

Promover a homossexualidade é muito diferente de incentivar a pedofilia. Está relação direta é cheia de preconceitos e premissas falsas. Pesquisas já apontaram que uma grande porcentagem de casos de pedofilia acontece em casa e nas relações dos padrastos com suas enteadas. Têm também casos de pedofilia praticados pelos próprios pais, tios e avôs. E, sim, existem casos de pedofilia praticadas por pessoas do mesmo sexo, basta recortar os recentes escândalos de padres católicos acusados de abuso em menores.

Em suma, a pedofilia não pertencem só aos homossexuais, ela também tem sua chave na heterossexualidade. Fazer a imediata relação entre gays e pedófilos, é mais do que ser cafajeste, é indicar que no terreno das civilidades as coisas andam russas no mundo .

Blogs da Folha